Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A cadeira num café

A três

Toze, 25.11.19

models-in-stockings-by-helmut-lang.jpg

Hoje em conversa com amigos, debatemos o sexo a três. Se existem aspectos que caracterizam a sexualidade dos tempos modernos é a apetência para as micro-minisaias sem cuequinhas, o gosto pela palmadinha na bunda e a procura do thresome. Conversámos sobre o misterioso mundo das menages.
Pode ser consequências da minhas conhecida ignorância, mas não consigo perceber o fascínio dos machos por esta prática. Eu sei que a matemática é uma ciência estranha e complexa, mas acompanhem-me neste pequeno raciocínio: os homens têm uma piroca, logo, se estiverem com duas mulheres 5/6 dos buracos ficam por preencher. Ok. Se ele for  linguarudo, a coisa fica nos 4/6. E, mesmo que uma das senhoras seja colaborante, ainda ficam 50% dos espaços por preencher. Mais. Não é por acaso que a cópula em regra é feita em locais fechados: se é para passar vergonha, mais vale ninguém assistir.
Já percebo melhor a apetência das gatas lusitanos por o sexo a três. Afinal de contas, com alguma sorte, pode ser que dois juntos façam uma piroca de jeito. Favorável a este tipo de thresomes, temos a anatomia e a biologia que confere ás senhoras, a capacidade singular de despachar dois homens e ainda se sentir carente.
Mas não pensem, que uma mulher leva com dois pelo prazer do sexo. Pura ilusão. Nada disso. O que inspira uma mulher a fazer o amor com dois gajos, o que a atraí no momento em que dois cacetes a consomem exaustivamente é o instinto maternal.
No ADN da verdadeira mulher existe a necessidade de agradar, subalternizando as suas vontades para consolar os outros. Quando uma mulher aceita receber em simultâneo dois nabos erguidos, não o faz pela tesão do momento, pelo prazer orgásmico: durante o acto, sente o consolo de se desdobrar, de se entregar, da mesma forma que a geração da sua mãe de dividia entre o amor ao marido e o amor pelos filhos.
Como Freud poderia ter explicado, se uma mulher pretender thresome, no seu mais profundo intimo brota o desejo inconsciente de ser mãe…

4 comentários

Comentar